Numa sociedade onde há milhares de produtos que poderiam competir com o seu e é cada vez mais difícil destacar-se, ser distinto e trazer um valor acrescido para o consumidor, é bastante importante a inovação e a criatividade nos meios digitais. De seguida vamos mostrar-lhe os cinco novos meios que podem levar o utilizador a conectar-se com a sua marca, a escolhê-la e ainda fazê-lo sentir-se orgulhoso de fazer parte da sua comunidade.

1. Realidade Virtual

A realidade virtual está cada vez mais consolidada como uma ferramenta de marketing que permite ao utilizador ser o protagonista de diversas experiências oferecidas. Existem muitas empresas que se juntaram a projetos relacionados com esta técnica. A rápida difusão dos óculos de realidade virtual tem sido possível graças à forte diminuição do seu preço e da infinidade de alternativas oferecidas por diferentes marcas que cumprem a mesma função a baixo custo, adaptando-se inclusive a qualquer telemóvel, para que qualquer utilizador possa ter uns.

Existem centros de recreação virtual cujo objetivo passa pelo aluguer das suas instalações e tecnologias por dias, permitindo que diversos setores empresariais possam experimentar os seus produtos virtualmente e ver como funcionam antes de serem efetivamente fabricados, permitindo-lhes poupar tempo e dinheiro.

Estas ferramentas também têm uma grande aplicabilidade no setor da educação, podendo oferecer aos alunos aulas mais interativas, introduzindo-os de forma mais eficiente aos conteúdos lecionados ou poder aprender ao seu próprio ritmo em qualquer lugar. Desta forma, poderiam chegar a ser um grande apoio para os métodos tradicionais.

Empresas no contexto hoteleiro como a Mariott, pioneira em oferecer ao cliente tecnologia e inovação, já possibilita experiências de viagens a lugares insólitos nos quais o utilizador é dono do lugar que explora sem necessidade de mover-se do seu quarto de hotel. Mostramos um vídeo sobre essa experiência:

2. Realidade Aumentada

A realidade aumentada vai um passo mais à frente, conseguindo fundir a realidade com objetos e figuras em 3D, podendo ser modificadas pelo utilizador. Uma das vantagens para o consumidor é que tal ferramenta pode utilizar-se em qualquer dispositivo móvel sem necessidade de gastos adicionais. A realidade aumentada tem especial importância em setores como o da arquitetura ou do design de interiores, permitindo ao utilizador criar o seu próprio ambiente e poder visualizar claramente e de uma forma realista como ficaria tal espaço ou projeto. Este é o caso do novo catálogo do IKEA, que permite que o cliente. através do seu smartphone, interaja com os seu móveis e as divisões que pretende decorar, podendo assim viver experiências que facilitem a sua compra.

Com um bom desenvolvimento, esta ferramenta poderia chegar a revolucionar o mundo da moda ao permitir que os clientes experimentem as peças ou acessórios sem necessidade de passar pelos provadores, reduzindo em grande medida o tempo investido na compra e os incómodos que podem ser causados para alguns clientes.

3. Transmissões em streaming e vídeos interativos

Cada vez mais são as plataformas que juntam o formato de vídeos em streaming e conteúdo temporário, seja ao nível do consumidor particular, seja a nível de empresa. Existem duas tendências cada vez mais generalizados deste tipo de formatos:

  • Webinnars e vídeos interativos usados pelas empresas como ferramenta para resolver de forma instantânea qualquer tipo de dúvida que possa surgir aos seus clientes. Esta ferramenta poderia substituir o chat de interação imediata já consolidado em muitas organizações.
  • Retransmissões em streaming utilizados tanto por marcas com opor influencers com o intuito de promover viagens, eventos ou produtos e mostrar as suas experiências no momento em que estão a acontecer. Esta é uma forma de fazer com que os seguidores participem e se sintam parte da marca e assim aumentar o seu engagement.

4. Advergaming

Está relacionado com o uso de videojogos para publicitar uma marca, produto, organização ou ideia com o fim de chegar ao consumidor final ou fidelizá-lo de uma forma mais inovadora.

Já são muitas as empresas de todo o tipo  de setores que oferecem esta forma de criar leads, uma vez que outras formas de publicidade tradicionais estão já saturadas.

É interessante misturar várias destas ferramentas para criar um jogo mais atrativo, interativo e inovador, como é o caso dos nossos cartões de visita, com os quais pode descarregar uma aplicação que mistura um jogo com realidade aumentada. Pode colocar o cartão onde quiser e ao apontar a câmara com a aplicação no seu dispositivo móvel aparecerá um cesto para jogar basquetebol como se mostra no vídeo.

5. Sinalização digital e montras interativas

Os Mupis tradicionais e converteram-se em sinalização digital, que agora se conhece como Digital Signage, cuja finalidade passa pela emissão de conteúdos multimédia através de suportes digitais de uma forma interativa. Isto permite ao consumidor navegar livremente pelo conteúdo oferecido.

Podem diferenciar-se dois tipos de Digital Signage segundo a sua localização:

  • Na montra ou interior de uma loja física, realizando funções de comunicação em contexto da marca e incentivando a compra imediata.
  • Qualquer ponto externo à localização da marca, como centros comerciais, hotéis, ou qualquer outro lugar imaginável, conseguindo potenciar a imagem de marca e conduzir os utilizadores aos pontos de venda, tanto online como offlline.
  • No futuro, estas montras interativas poderão, através de reconhecimento facial, ser utilizadas para oferecer ao utilizador conteúdos adaptados ao seu perfil, conseguindo uma segmentação eficiente dos produtos ou serviços apresentados, e através da análise das expressões faciais reconhecer o sentimento ou grau de satisfação do utilizador perante o conteúdo. Recomendamos-lhe este vídeo:

 

¡Sí, quiero saber más!

FacebookWhatsAppTwitterShare

Se gosta deste post...

Estratégias de Marketing Digital Marketing de Conteúdos Marketing Online Social Media

Por quê apostar nos micro-influencers

48
Escrito por Lidia Gómez Benito
Sabia que os influencers também pode ser classificados de acordo com o tamanho da sua comunidade? Conheça em detalhe os micro-influencers, com menos seguidores que as celebridades e os influencers de maior calibre, mas nem por isso com menos potencialidades e razões pelas quais deva incluí-los no seu negócio.
Estratégias de Marketing Digital Marketing Online

Como integrar o video marketing na sua estratégia digital?

101024
Escrito por Lisseth Fereira
Conheça mais sobre as múltiplas oportunidades que o video marketing pode oferecer. Saiba como pode implementá-lo na estratégia digital da sua empresa e atinja mais fácil e rapidamente os seus objetivos online.
Estratégias de Marketing Digital Marketing Online SEO

Como aumentar o seu tráfego web?

101025
Escrito por Sophie Perrin
Que técnicas existem para conseguir mais visitas num site? Siga os nossos conselhos e com um pouco de organização aumentará o seu tráfego web.
Marketing Online

Publicidade na Amazon: possibilidades e formatos

101022
Escrito por Francisco Copeto
Como sabemos, o processo de compra está a mudar constantemente. Há cada vez mais utilizadores que não apenas preferem fazer as suas compras online, mas que também se aventuram a experimentar plataformas diferentes para conseguir os produtos que desejam a um preço melhor. A pergunta é: como podemos entrar nesse mercado onde a concorrência é enorme? Há muitas plataformas que nos podem ajudar a encontrar o nosso público e anunciar-lhe os nossos produtos. Falamos de plataformas como  o Google Ads, Facebook LinkedIn, Instagram, Amazon, entre outras. Hoje vamo-nos focar e analisar esta última e falar de todas as possibilidades que oferece a publicidade na Amazon.
Marketing Online

Funis de conversão: tudo sobre a criação de clientes potenciais

101019
Escrito por Miguel Ángel Mateos
No marketing digital costuma-se falar com frequência dos funis de conversão e das suas etapas. Mas o que são realmente? Como se interpretam as necessidades de cada fase e quais as suas características? Como podem ser utilizados para aperfeiçoar o processo de compra? Que tipo de ações são as mais adequadas para cada momento? Os funis de conversão são um guia útil para classificar os clientes potenciais de qualquer vendedor. No nosso blog daremos resposta a todas estas perguntas.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fechar
X