Que comprimento deveria ter uma meta descrição? | Súmate

1 de marzo de 2019

Escrito por Teresa Oter

meta descrição, embora possa parecer apenas mais um dos tantos elementos que podem afetar o  posicionamento do seu site, é uma parte essencial do SEO. A sua função principal para o utilizador consiste em dar uma ideia daquilo que os utilizadores vão encontrar ao fazer clique e aceder a esse resultado de pesquisa.

Portanto, escrever uma boa meta descrição facilita o leitor a sentir-se atraído pelo conteúdo do nosso resultado no momento em que está a pesquisar por algo relacionado. Contudo, surge aqui o desafio, dado que dispomos de um espaço limitado para elaborar o melhor snippet possível. Vejamos.

Qual o espaço que temos na meta descrição?

Para responder a esta pergunta é necessário ter em conta a data em que nos encontramos, pois o Google voltou a alterar a extensão das meta descrições dos resultados de pesquisa pela segunda vez num ano (2018).

Tweet donde se confirma la reducciónde las metadescripciones

Esta segunda mudança surgiu após o Google ter permitido utilizar até 320 caracteres para as nossas meta descrições, retraindo-se e voltando ao comprimento anterior de 155 caracteres para computadores e reduzindo para 130 caracteres no caso dos dispositivos móveis. Não nos devemos esquecer de que, se ultrapassamos estes caracteres, aparecerão umas reticências («…»), dando a entender que a descrição está incompleta, e deixando o utilizador com falta de informação.

Estas são medidas aproximadas, já que o Google nunca confirmou nada acerca do tamanho das meta descrições, mas recomenda-se que seja o mais breve e explícito possível. De facto, o que o Google tem realmente em conta são os píxeis e não os caracteres, sendo o máximo recomendável à volta dos 920 píxeis em dispositivos fixos («Desktop») e 700 píxeis em dispositivos móveis.

Se quer assegurar-se de que as suas meta etiquetas, como a meta descrição, encaixam corretamente no espaço que o Google oferece. pode recorrer a ferramentas específicas para fazer simulações. Além disso, deverá ter em conta o idioma em que está a escrever, dado que os caracteres de outros alfabetos terão outro comprimento de píxeis, o que afetará a extensão máxima do texto.

O que é uma meta descrição dinâmica?

Já mencionámos que as meta descrições devem ser atrativas para o utilizador, dado que com isso não apenas melhoramos o SEO, mas que também poderemos conseguir uma melhoria no nosso CTR (isto é, a percentagem de utilizadores que faz clique no nosso resultado de pesquisa).

No entanto, não devemos apenas fazer com que sejam atrativas: também têm de ser o mais fiéis possível ao conteúdo, pois o Google, em várias ocasiões, mostra uma meta descrição extraída a partir do próprio conteúdo da página web, recortada por reticências. Isto pode ocorrer por ver uma maior relação entre a pesquisa e o conteúdo da página do que com a própria meta descrição. Daí a importância de dedicar tempo à nossa descrição e que esta esteja o mais relacionada possível com o conteúdo.

tweet donde se aclaran snippets dinámicos

O Google não considera que a sua prioridade seja contar caracteres; quer que se centre em ajudar o utilizador. otimizar o conteúdo do nosso website. Por isso é necessário ,e que as descrições sejam curtas e acrescentem valor.

Como deveriam ser as nossas meta descrições?

O principal objetivo de marketing da nossa meta descrição, como dizíamos, é atrair cliques e aumentar o CTR, de tal forma que devemos criar uma descrição representativa do nosso conteúdo, atrativa e concisa.

Em primeiro lugar, devemos pensar em como explicaríamos aos utilizadores que vejam o nosso resultado de pesquisa o que encontrarão se fizerem clique no nosso link. Deve ser o mais fiel possível ao conteúdo, se não, sairão da nossa página com uma má impressão.

Devemos escrevê-la de forma interessante para o utilizador. Muitas vezes o título não é suficiente para atrair a atenção do utilizador, e uma boa meta descrição poderia fazê-lo. Os elementos mais importantes que podemos incluir nela para «persuadir» são a proposta de valor e a chamada de atenção, dado que com elas conseguiremos captar mais a atenção do utilizador do que com uma descrição normal.

imagen de la metadescripcion tras una búsqueda en Google

Conclusão: e para mobile, o que muda?

Portanto, e como conclusão, convém sublinhar que o comprimento das meta descrições não são o mais importante, mas sim o seu conteúdo. Em muitos casos costuma ser mais benéfico escrever uma descrição pequena e bem otimizada do que uma mais comprida.

Contudo, devemos ter sempre em conta a limitação de píxeis e, independentemente do que escolher, tente cingir-se a um comprimento de entre 70 – 155 caracteres, aproximadamente 430 – 920 píxeis, para Desktop. E se recebe muito tráfego móvel ou quer centrar-se nele, limite-se a um comprimento de 60 – 120 caracteres, ou aproximadamente uns 350 – 700 píxeis.

 

New Call-to-action

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Suscríbete a
nuestro Blog

No te pierdas las últimas noticias y consejos sobre Marketing Digital.

Tu privacidad es importante para nosotros. Súmate utiliza la información que proporcionas para ponerse en contacto contigo en relación con contenido, productos y servicios relevantes para ti. Puedes darte de baja para dejar de recibir este tipo de comunicaciones en cualquier momento. Si deseas obtener más información sobre la protección de tus datos en HubSpot, consulta nuestra Política de Privacidad.